..

BLOGS PARCEIROS: PORTAL DO CAMALEAO JS GRAVAÇÕES E O BLOG CALDEIRÃO DO CRIME,PORTAL FOLHA DE PARNAIBA PARNAÍBA E LITORAL, REAVENDONOTÍCIASESPORT, PARNAÍBA NO MUNDO,

LÉO FILME [086]9455-8407

LÉO FILME [086]9455-8407
as mais diversas películas vç encontra-AQUI

sábado, 20 de setembro de 2014

Prefeito Veridiano reafirma apoio à Zé e diz que nunca cogitou ir para o lado do PT


Zé Filho (Foto divulgação)

O prefeito de Lagoa do São Francisco, Veridiano Carvalho (PSD) é uma das lideranças políticas do Estado que não concorda com a estratégia de inverdades montada pelo candidato a governador do PT para tentar confundir a população piauiense nestes últimos dias de campanha. Assim que soube que o candidato petista teria publicado apoio do PSD de Lagoa do São Francisco,  o prefeito Veridiano imediatamente fez questão de desmentir a informação.

“Sempre estive com Zé Filho. Começamos apoiando o Wilson Martins e conquistamos muitas melhorias para a nossa cidade e por isso eu e o meu povo vamos apoiar Zé Filho e não este outro candidato", afirmou o prefeito.

Ainda de acordo com Veridiano, o candidato pela coligação Piauí no Coração,  Zé Filho tem conquistado muitas adesões na sua cidade e nos municípios vizinhos. O prefeito garante que o povo tem assimilado a importância de seguir com Zé Filho para a continuidade de obras e projetos importantes para o interior do Estado. “Poucas vezes me encontro na sede, pois estou andando de casa em casa e também na zona rural, para somar mais apoio do nosso povo a Zé Filho", frisou o prefeito.

Para o candidato a senador Wilson Martins o modo de pensar em fazer política sem medir consequências mostra o desrespeito para com o povo e por isso Zé Filho vem crescendo nessa reta final.

“Diversas lideranças politicas estão rompendo com o candidato do PT depois de tantos escândalos e isso, a população não so do Piauí mas de todo o Brasil estão assimilando que preferem trabalho a inverdades e falta de compromisso" disse Wilson Martins que também é votado na região.

Ascom Zé Filho

sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Evento reúne profissionais de saúde para discutir Anemia Falciforme

Divulgação

Dezenas de profissionais de saúde, a maioria médicos e enfermeiros, participaram do III Seminário Estadual sobre Anemia Falciforme, que aconteceu durante toda esta quinta-feira (18) no Diferencial Buffet, Centro de Teresina. Além dos profissionais locais, o evento também reuniu representantes do Ministério da Saúde, Funasa, hemocentros e hospitais particulares de outros Estados.
Durante a abertura, o representante do Ministério da Saúde, Tiago Novais, comentou sobre eventos realizados em todo o país a respeito da doença. "É preciso criar uma nova rotina na saúde para acolhimento e tratamento da Doença Falciforme, envolvendo redes intersetoriais e movimentos sociais", pontuou Novais. Além disso, o diretor-geral do Hospital Infantil Lucídio Portela, Edinaldo Miranda, chamou atenção para o acolhimento.
"Não adianta estruturar o hospital e capacitar os profissionais se não oferecer a facilidade do acesso. É preciso que os pais da criança ou adolescente tenham as informações necessárias para a condução e conduta correta em relação ao tratamento Falciforme que é oferecido pelo SUS", comentou.
A programação incluiu palestra sobre como deve ser conduzida a crise alérgica, ministrada pela médica do Hospital paulista Santa Marcelina, Rita Cavalheiro; como prevenir, reconhecer e tratar o acidente vascular encefálico, ministrado pelo representante do Hemocentro de Pernambuco, Anderson Araújo, além de outras palestras, mesa redonda, sobre eventos agudos e complicações crônicas.
O evento foi uma realização da Secretaria de Saúde, através do Hospital Infantil Lucídio Portela, do Centro de Hematologia e Hemoterapia do Piauí e centros de referência no atendimento aos portadores de doença falciforme no Piauí.
Ascom Sesapi

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Operação é deflagrada em Parnaíba e 12 pessoas são presas; imagens! Aquilon: A ação visou cumprir 18 mandatos de busca e apreensão

Uma “mega operação” foi deflagrada nas primeiras horas da manhã desta quinta-feira (18/09) pela Delegacia Regional de Parnaíba e pela Delegacia de Prevenção e Repressão a Entorpecentes, DEPRE, e contou com a participação de diversas unidades policiais civis, bem como o apoio da Polícia Militar. A ação visou cumprir 18 mandatos de busca e apreensão. Cerca de 40 policiais participaram da ação que abrangeu os municípios de Parnaíba e Buriti dos Lopes, e teve como objetivo prender acusados de tráfico de drogas, homicídios e roubos na região.
A operação foi denominada “Aquilon”, um verbete grego que faz referência a Ventos do Norte. Ao todo, 12 pessoas foram presas, dentre elas duas mulheres. Os presos da justiça foram conduzidos para a Central de Flagrantes de Parnaíba, localizada no Bairro São Benedito. Ainda segundo informações, dois homens conhecidos como “Adérson Cobra” e “Zé da Mata” eram os mais procurados e perigosos entre os criminosos. Com Adérson Cobra a Polícia apreendeu cerca de R$ 7.000,00. Os nomes dos demais presos não foram divulgados.
“Ainda estamos contabilizando tudo. Drogas, armas e uma quantia em dinheiro foram apreendidas. Adérson Cobra e Zé da Mata foram presos após a expedição de um mandado de prisão temporária. Dos 12 presos, a maioria já é reincidente. O poder judiciário será comunicado, estamos realizando os procedimentos de flagrante, e iremos ouvir aqueles que já possuem inquéritos em aberto”, explicou o delegado Regional da Polícia Civil, Rodrigo Moreira. A Polícia ainda realiza diligências visando cumprir os outros mandatos de prisão.
ope1.jpg
ope2.jpg
ope3.jpg
ope4.jpg
ope5.jpg
ope6.jpg
Fonte: Com informações do Portal Costa Norte

Distribuidora 'Martinho' do primo de W.Dias vende cerveja e aluga mesas Martinho, para justificar os R$ 180 mil, falou que seu faturamento era de R$ 200 mil mês

Quem leu o livro ‘Sonho Grande’, da jornalista Cristiane Correa, que conta os bastidores da trajetória do homem mais rico do país, Jorge Paulo Leman e de seus sócios Marcel Teles e Beto Sicupira, ficaria impressionado como o ‘empresário’ José Martinho Ferreira de Araújo conseguiu transformar seu negócio em algo promissor.
Ao que parece ele tem seguido à risca a multiplicação de seus ganhos vendendo cerveja tal qual o maior triunvirato empresarial brasileiro e do mundo. Até os donos do maior complexo de cervejaria do globo ficariam impressionados com tamanha façanha.
Com tal proeza para a multiplicação de fortunas, certamente o lugar de Martinho não é no Senado Federal, com servidores burocráticos e rotineiros. O lugar de Martinho é no ramo empreendedor, vendendo bebidas.
Afinal de contas, ele também é dono da “Distribuidora de Bebidas Martins”, que vende cerveja, carvão, aluga mesas, freezeres e artigos para festas, além de churrasqueiras. O faturamento, segundo ele, é de R$ 200 mil ao mês. E sem funcionar até tarde da noite. As fotos que ilustram essa matéria são do local empresarial de Martins e da esposa.
O interessante é que fazendo cálculos com a venda de cervejas, que custa em média R$ 4,50 a garrafa, a caixa sairia por R$ 108,00. Se o faturamento da empresa de Martinho fosse só com a venda desse tipo de bebida, seriam necessárias 1.852 caixas de cerveja ao mês para atingir o faturamento de R$ 200 mil.
b938f9856ce9b27b8c037f9b04817a25.jpg
Chega a ser irônico que até a cervejaria de Jorge Paulo Leman no Brasil, a AMBEV, reclamou das parcas vendas no primeiro semestre deste 2014, período que antecedeu a Copa do Mundo. Mas Martinho, ao que parece, surfa na crista da onda.
Até porque ele não vende só cerveja, ele aluga mesas, freezeres e churrasqueira para festas, além de vender carvão. E embora seja somente sócio da empresa, consegue andar por aí com R$ 180 mil em notas de R$ 100,00 novinhas debaixo do banco traseiro de seu carro. Um empresário de dar inveja.
“Martinho explica que os R$ 180 mil são compatíveis com seus rendimentos como servidor do Senado e sócio-cotista de uma empresa de distribuição de bebidas em Brasília, cujo faturamento mensal é de R$ 200 mil”.
Esse trecho faz parte de uma matéria que foi publicada pelo Portal ‘Capital Teresina’, site de notícias que adotou uma linha editorial em defesa do primo do senador e candidato ao governo do estado Wellington Dias (PT).
O Portal ‘Capital Teresina’ falou com Martinho logo após sua liberação do Complexo Policial de Barreiras, na noite do fatídico 11 de setembro do PT. E o primo de W. Dias falou porque não seria questionado. Usou o site para dar sua versão adocicada sobre os fatos.
d9cbbd60475ea75dc321f52f9d02a7fa.jpg
QUANTO MARTINS RECEBE NO SENADO180 apurou que no Senado Federal o cargo de José Martinho Ferreira de Araújo é o APSF04, segundo informações repassadas por um chefe de gabinete da Casa que tem acesso aos dados dos servidores. Quem possui esse cargo no Senado recebe exatos R$ 3.791,17 mensais.
Mas mesmo recebendo pouco assim, para os padrões do Senado, Martinho não está livre de apresentar sua declaração de Imposto de Renda. Afinal de contas ele recebe ao ano valor superior a R$ 24.556,65, quantia mínima exigida para a dispensa. Na sua declaração figuram informações valiosas, inclusive, se ele declarou ao fisco ou não fazer parte de uma sociedade. Uma cópia dela fica no próprio Senado Federal para controle interno.
Ao ser pego pela Polícia Rodoviária Federal com o dinheiro embaixo do banco traseiro de um Pálio Weekend, Martins falou que tinha como comprovar a origem do valor, fruto de sua labuta no comércio.
A Distribuidora Martins, ao contrário do que disse, não está localizada em Brasília, mas em uma cidade Satélite, Samambaia, uma região periférica do Distrito Federal.
Na noite da última terça-feira (16), o 180 conseguiu localizar Matinho em Brasília. Ele disse está “tranquilíssimo”. Também com um vidão empresarial desse não tinha como ser diferente.
52c5ecea3cc4a9993916e476c76b1a6c.jpg
SOBRE AS FOTOSAs fotos que ilustram essa matéria foram tiradas por um petista de carteirinha, a pedido do 180. Até ele está indignado com a apreensão e ficou curioso para saber de que comércio saiu a dinheirama, embora não acredite que tenha saído de lá realmente.
Ele esteve no comércio durante o início da tarde e voltou durante a noite desta quarta-feira (17). Quando da foto noturna, alguém gritou: “tirando foto?”. Na “extensão da distribuidora”, segundo ele, “moram famílias”.
O endereço dado por Martinho à Polícia Civil da Bahia, onde prestou depoimento e não respondeu a nenhuma pergunta, bate com esse endereço comercial, onde uma atendente disse ser do comércio de Martinho.
Deduz-se, portanto, que o primo de W.Dias mora em uma das casas apegadas à distribuidora.
Repórter: Rômulo Rocha  fonte 180 graus

Corpo de 'flanelinha' afogado é encontrado no rio Igaraçu


O corpo boiou depois de mais de 24 horas desaparecido.
O flanelinha Valdir Souza Costa, 33 anos, mais conhecido “Cupim”, foi encontrado morto afogado por volta das 19h desta quarta-feira (17/09) na margem do rio Igaraçu, mais precisamente na Rua Companheiro José Alfredo, no Bairro Canta Galo, em Parnaíba.
Segundo informações de familiares, Costa se ofereceu por dois reais para resgatar um boné no rio debaixo da ponte Simplício Dias. O filho de um homem, que segundo familiares da vítima o conhecia, deixou o boné cair. Insistiu para que Valdir Costa não fosse; mas este nadou, teve um ataque epilético e se afogou.
Segundo a polícia, o fato aconteceu por volta das 14h de terça-feira (16/09), mas a família só foi informada no dia seguinte, o que gerou revolta. A tenente da Polícia Militar Ruthinéia Freitas, citou o comportamento suspeito onde cabe investigação, já que a morte não foi comunicada a família e as autoridades.

Uma guarnição do Corpo de Bombeiros Militar, comandada pelo sargento Mineu, fez buscas com a finalidade de resgatar o corpo; mas foram parentes, juntamente com pescadores, que viram o corpo boiando no início da noite desta quarta-feira. De acordo com a Polícia Militar, Valdir Costa é conhecido por furto e era usuário de drogas. Ele tinha endereço na localidade Fazendinha, Bairro Ilha Grande de Santa Isabel, em Parnaíba. O corpo da vítima foi removido para o Posto Avançado do IML.
fonte: Proparnaiba.com 

Juíza da Vara de Execuções Penais manda prender vereador “Foguinho”

Na tarde desta quarta-feira, 17 de setembro, por volta das 14h30min, o vereador de Parnaíba Marcos Menezes da Cruz, mais conhecido popularmente por “Foguinho”, do Partido Social Liberal – PSL, foi preso por determinação da 1ª Vara Criminal e de Execução Penais de Parnaíba.

O vereador deixou de comparecer à audiência na qual responde por crime no artigo 184, parágrafo 2º, do Código Penal, que trata da obtenção de lucro direto ou indireto, distribuição, venda de cópia de obra intelectual ou fonograma reproduzido com violação do direito do autor. Foguinho foi autuado em 2011, e desde a data o processo segue na Justiça.

Pelo fato de não ter comparecido para audiência de processo crime, a Justiça determinou sua prisão. Ficou acertado com a policia um local para o vereador se entregar, e após isso ele foi levado para o Batalhão Major Osmar, da Polícia Militar do Piauí em Parnaíba. De lá, Foguinho será levado para fazer exames de corpo delito.

A juíza da 1ª Vara Criminal e de Execução Penais de Parnaíba, que determinou sua prisão, já foi comunicada da ação policial, assim com a presidência da Câmara Municipal de Parnaíba. Segundo o delegado regional da Polícia Civil, Rodrigo Moreira, ele apenas cumpriu o mandado de prisão expedido pela Justiça. O mandado de prisão foi expedido no dia 26 de junho de 2014, porém somente hoje (17), chegou à delegacia regional, que prontamente realizou a prisão.

O vereador Foguinho é aliado da base governista do prefeito petista Florentino Neto. Desde que assumiu seu mandato no Legislativo de Parnaíba, o político tem sido duramente criticado na imprensa por sua insignificante atuação parlamentar e por ter feito insinuações levianas contra jornalistas.


Entenda o que diz o Art.184, § 2º do Código Penal:

Art. 184. Violar direitos de autor e os que lhe são conexos: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003)

Pena - detenção, de 3 (três) meses a 1 (um) ano, ou multa. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003)

§ 2º Na mesma pena do § 1o incorre quem, com o intuito de lucro direto ou indireto, distribui, vende, expõe à venda, aluga, introduz no País, adquire, oculta, tem em depósito, original ou cópia de obra intelectual ou fonograma reproduzido com violação do direito de autor, do direito de artista intérprete ou executante ou do direito do produtor de fonograma, ou, ainda, aluga original ou cópia de obra intelectual ou fonograma, sem a expressa autorização dos titulares dos direitos ou de quem os represente. (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003) fonte f5

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Prefeitos do médio Parnaíba preparam arrastão do 15 para reta final na campanha de Zé Filho

Divulgação


Lideranças do PMDB e aliados do candidato à reeleição ao Governo do Estado Zé Filho definiram uma extensa agenda na região do Médio Parnaíba para esta “reta final de campanha”. Pelo menos 15 prefeitos, dezenas de ex-prefeitos, vereadores e lideranças organizaram com a coordenação de campanha do peemedebista uma série de visitas pelas cidades da região.

“Como a campanha tem tido uma excelente aceitação nas nossas cidades, estamos mobilizando cada liderança em seu município. Estamos empenhados, e nos dias 18 e 19 de setembro (próxima quinta e sexta- feira) cada um vai reunir centenas de simpatizantes em torno de Zé Filho para marcar essa arrancada final”, revelou Antônio Neto (PMDB), prefeito de Lagoa do Piauí e um dos coordenadores de mobilização da campanha na região.

Segundo Neto, os próprios prefeitos do médio Parnaíba se reuniram e convocaram os coordenadores de cada cidade a fim de reunir o maior número de simpatizantes possíveis para assim demonstrar que Zé Filho estará recebendo o apoio massivo da maioria das cidades daquela região. “Onde não temos o prefeito ou ex-prefeito, vamos trazer o grupo que faz oposição ao prefeito, isso está acontecendo na nossa região e em dezenas de cidades que preferem seguir com Zé Filho”, disse o prefeito.

Na coordenação dessa mobilização de prefeitos do Médio Parnaíba, participaram Jonas Moura (PSB), prefeito de Agua Branca, Jr. Carvalho (PMDB), prefeito de Demerval Lobão e Walter Alencar (PSD), prefeito de Agricolândia. “O meu partido está com o Zé, começamos em Água Branca com pouco mais de 6%, agora já ultrapassamos os 45%, sinal de que nossa cidade reconhece que o melhor para a nossa região e para o Estado é mesmo Zé Filho”, disse Jonas Moura.

A agenda começa em Demerval Lobal, nesta quinta-feira (18), a partir das oito da manhã e segue pelas cidades Lagoa do Piaui, Monsenhor Gil, Lagoinha, Barro Duro, Olho D’Água, Passagem Franca, Hugo Napoleão, com carreata e comício em Água Branca no início da noite desta quinta.


Já no dia 19, as cidades de São Pedro e São Gonçalo recebem também a caravana do 15.  Os prefeitos de Beneditinos, Aarão Mendes (PSDB), de São Miguel da Baixa Grande, Afonso Damásio (PSDB) e São Felix, Reginaldo do Simão (PSD) estão cuidando da recepção da caravana do 15 em suas cidades.

Médio Parnaíba
Durante esta quinta (18) e sexta (19), o candidato à reeleição ao governo Zé Filho (PMDB) vai visitar 18 cidades do Médio Parnaíba. Acompanhado do candidato ao senado Wilson Martins (PSB) e de prefeitos e aliados políticos da região, o candidato vai cumprir intensa agenda de caminhadas, carreatas e visitas nos municípios. Na quinta, a agenda inicia na cidade de Demerval Lobão seguindo para as cidades de Monsenhor Gil, Barro Duro, Olho D’Água, Hugo Napoleão. Lagoa do Piauí, Miguel Leão, Passagem Franca, Lagoinha e Água Branca. Na sexta, será a vez dos municípios de Agricolândia, São Gonçalo, Angical, Amarante, São Pedro, Santo Antônio, Jardim do Mulato e encerra em Regeneração.

Exclusivo: Primo do senador W. Dias diz que está 'tranquilíssimo' em casa JOSÉ MARTINHO FALOU COM o 180graus por telefone; ele está agora na cidade de Brasília

O motorista do Senado Federal, José Martinho Ferreira de Araújo, lotado no gabinete do seu primo, senador Wellington Dias (PT), candidato ao governo do estado, disse que vai deixar na mão dos advogados a explicação para a origem dos R$ 180 mil apreendidos em um Pálio Weekend quando a quantia era transportada de Brasília para o interior do Piauí.
Contactado, José Martinho não quis dar detalhes, mas quando perguntado quais a providências que ele estava adotando para esclarecer a origem do dinheiro, disse que a questão estava com “os advogados”. “Isso aí é com os advogados, não é comigo não, é com os advogados. Estão trabalhando para isso”, falou, deixando brecha para novos questionamentos.
Rememorando os fatos, José Martinho Ferreira de Araújo disse que o dinheiro era dele, e que era fruto de sua labuta num comércio de bebidas localizado no Distrito Federal. Ora, se o dinheiro era dele e fruto do seu trabalho honesto no comércio, porque não explicar ele mesmo o que ocorreu, ao invés de deixar exclusivamente na mão de advogados?
Bastaria apresentar os balanços contábeis da empresa, extratos da movimentação bancária e o recolhimento de impostos para comprovar o que falou quando apanhando pelos policiais rodoviários federais, que o dinheiro era dele e que não teria nenhuma relação com caixa dois de campanha eleitoral ou qualquer outro ato de corrupção.
Embora parte da imprensa sustente que sua empresa fatura R$ 200 mil mês, os fatos quando expostos à luz da razão não são tão simples assim. Faturamento não é lucro. E lucro não é sinal de que todo o dinheiro será guardado para demandas outras que não relacionadas às despesas pessoais do dia a dia. Há empresários, e não são poucos, que se confundem com a ideia do que realmente é lucro.
jos.jpg
“EU NÃO VOU FALAR NADA SOBRE ISSO”
A busca por Martinho começou com uma ligação para a distribuidora que ele disse ser sócio - e que depois mudou para “cotista”. O telefone tocou, foi atendido com o termo “distribuidora”, mas a pessoa do outro lado, uma mulher, disse que não iria falar nada sobre o assunto. “Eu não vou falar nada sobre isso”, sustentou.
“E qual o nome da distribuidora dele?”. “Você é jornalista. Você já sabe. Para que você pergunta? É Distribuidora Martinho”, falou mesmo assim. “E ele está em Brasília ou no Piauí? Como faço para falar com ele?” A interlocutora, que não quis dizer o nome, desligou o telefone e não atendeu mais nenhuma ligação.
A Lei 8,112/90, o Estatuto dos Servidores Públicos da União, proíbe o servidor público efetivo ou comissionado, em seu artigo 117, inciso X, de “participar de gerência ou administração de sociedade privada, personificada ou não personificada e de exercer o comércio, exceto na qualidade de acionista, cotista ou comanditário”.
Essa proibição existe porque a moralidade administrativa requer a imparcialidade para a gestão da coisa pública e para a busca do interesse público. Sendo assim, o funcionário público não pode ficar comprometido pela prática da atividade de interesse particular em detrimento do interesse coletivo.
650x375_jose-martinho-ferreira-de-araujo_1447057.jpg
Não à toa, o Portal Capital Teresina, novamente ele, que também estava presente no município de Barreiras, na Bahia, modificou matéria já publicada onde dizia que Martinho era “sócio” de uma distribuidora de bebidas, passando a usar a expressão “cotista”. O objetivo era atender às exigências do Estatuto do Servidor Público Federal e não complicar ainda mais o motorista de Wellington Dias. Aqui já havia o auxílio de advogados.
Também em suas primeiras negativas, quando apanhado com os R$ 180 mil, Martinho disse ser “sócio” de uma empresa que comercializava bebidas. O endereço da distribuidora é o mesmo endereço onde reside Martinho no Distrito Federal. A divergência, se existir, foi provocada por ele mesmo, já que esse endereço foi o cedido à Polícia Civil da Bahia quando da apreensão da quantia de R$ 180 mil.
AO TELEFONE COM O SENHOR MARTINHO
180 conseguiu então falar com ele em um outro número, um celular, na noite desta terça-feira (16). “Bom Noite. Senhor Martinho?”. “Quem fala?”. “Tudo bem? É Rômulo”. “Fala, Rômulo”. “Senhor Martinho, eu sou jornalista”. “Sim”. Iniciou o diálogo.
Do meio para o fim, ao falar sobre a apreensão dos R$ 180 mil, foi quando Martinho disse que o caso era com os advogados. “É com os advogados, não é comigo não, é com os advogados. Estão trabalhando para isso [resolver este problema]”, falou, querendo encerrar a ligação.
José Martinho disse que não sabe quem lhe deu o dinheiroJosé Martinho disse que não sabe quem lhe deu o dinheiro
A pergunta feita era o que estava fazendo para comprovar que estava falando a verdade. “Estou tranquilissímo, tá bom?”, quis desligar.
Falou ainda que teve que retornar a Brasília, onde está neste momento, mas “quando tudo tiver resolvido eu vou viajar. Primeiro eu vou resolver”. O destino da viagem seria São Miguel do Fidalgo, no Piauí.
Quando indagado sobre quanto tempo levaria para explicar a origem do dinheiro, primeiro disse “eu não sei não”, depois estabeleceu um prazo. “O pessoal está agindo, acho que no máximo até a semana que vem, mas [isso] é o máximo”, finalizou.
COMÉRCIO DE MARTINHO É EM CIDADE PERIFÉRICA
O comércio de bebidas de José Martinho é localizado numa das cidades satélites do Distrito Federal. Apontada por revistas especializadas como um dos lugares onde vale apena investir no ramo imobiliário no DF, Samambaia é uma das cidades da capital do país mais violentas e onde mais existe pobreza. Ter um comércio de bebidas com faturamento de R$ 200 mil por mês é um luxo para poucos.
De qualquer forma, já que José Martinho se diz “tranquilíssimo”, o faturamento da empresa do qual ele é ‘cotista’ deve ter sido apresentado em sua declaração de imposto de renda pessoa física apresentada início do ano à Receita Federal, a menos que tenha sonegado do fisco suas duas fontes de renda. Mas aí é fácil comprovar.
dinheiro-36.jpg
A praxe em órgão públicos federais é o funcionário se responsabilizar por qualquer informação prestada de forma incorreta, enganosa, com o intuito de ludibriar a Receita Federal. O cuidado adotado pela Câmara dos Deputados e pelo Senado Federal é tamanho, que uma cópia da declaração enviada à Receita Federal fica nas dependências administrativas das respectivas Casas, para que elas também acompanhem a evolução patrimonial de seus funcionários e evite problemas.
Se Martinho for sócio da empresa do qual diz ser, a coisa é pior. Ele estará passível de demissão, segundo o Estatuto do Servidor Público Federal. Seja qual for a explicação a ser dada pelos “advogados” todos esses fatores estão sendo levados em consideração. Afinal de contas, onde os estragos serão menores após adotada a linha de defesa?
Depois disso é sustentar a argumentação e torcer para que não existam fatos novos. Algo difícil de não ocorrer em um acontecimento com tantas vertentes, muitos nomes e rastros que podem ser detectados.
O Banco Central, por exemplo, rastreias as movimentações financeiras acima de R$ 10 mil reais. Para ser seu, Martinho teria que ter uma conta no Bradesco do DF - de onde provavelmente saiu esse dinheiro - atrelada à sua empresa, ou a alguém próxima a ele, como sua mulher.
Sua conta pessoal, como recebe do Senado, ou é pertencente à Caixa Econômica Federal ou ao Banco do Brasil.
SUSPEITA DE NEPOTISMO NO SENADO FEDERAL
Há ainda uma questão que não foi levantada. Em tese, o senhor José Martinho Ferreira de Araújo vai de encontro à súmula editada pela mais alta Corte do Judiciário brasileiro, o Supremo Tribunal Federal (STF). A Corte, buscando por fim à nefasta prática do nepotismo, tão combatida em outros tempos pelo PT, determinou que parentes, a menos que concursados, não podem configurar numa relação de chefia e subordinação dentro de um órgão público. A relação vai ao parentesco de até terceiro grau. Portanto, a menos que a ligação entre W. Dias e Martinho seja de quarto grau, eles estariam imunes das sanções previstas.
1.288.jpg
“A nomeação de conjugue, companheiro ou parente em linha reta, colateral ou por afinidade, até o terceiro grau, inclusive, da autoridade nomeante ou de servidor da mesma pessoa jurídica investido em cargo de direção, chefia assessoramento, para o exercício de cargo em comissão ou e confiança ou, ainda, de função gratificada na administração pública direta e indireta em qualquer dos poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, compreendido o ajuste mediante designações recíprocas, viola Constituição Federal”, diz a Súmula número 13 do STF.
FÉRIAS TERMINAM TRÊS DIAS APÓS AS ELEIÇÕES
Os trinta dias de férias solicitados pelo motorista do senador Wellington Dias (PT), candidato ao governo do estado, terminam três dias após a votação do 1º turno, que pelo calendário da Justiça Eleitoral é 5 de outubro. O Boletim Administrativo do Senado do dia 21 de agosto publicou o pedido de férias de José Martinho Ferreira de Araújo deferido pela Casa e programado para o dia 8 de setembro.
Três dias depois do início das férias ele foi pego com a quantia de R$ 180 mil, valor ainda de origem desconhecida. As férias do motorista flagrado com a estranha quantia em dinheiro vivo são referentes ainda ao ano de 2013. Martinho, como muitos outros funcionários, não possuía a regalia de dispensa de ponto. Essa deferência é concedida a poucos funcionários e precisa da chancela do senador responsável pelo respectivo gabinete, no caso Wellington Dias.
E AÍ?
De qualquer forma, se Martinho ainda quiser curtir suas férias no Piauí, que terminam próximo dia 8 de outubro, é bom correr e explicar logo a origem desse dinheiro. Caso contrário, um bom tempo como esse em São Miguel do Fidalgo ocorrerá somente em outra viagem como essa, daqui a um ano, e de preferência sem dinheiro debaixo do banco traseiro do veículo.
Repórter: Rômulo Rocha
Publicado Por: Apoliana Oliveira  fonte 180 graus

SUS: Vacina de hepatite A passa a ser oferecida em todo o país; veja! Em outros estados, a vacina começou a ser oferecida a partir de julho

O SUS já está oferecendo a vacina contra o vírus da hepatite A em todo o país. Em 29 de julho, a pasta tinha anunciado a inclusão da imunização no calendário vacinal. Desde então, os estados passaram a incluir a vacina progressivamente.
A imunização é direcionada a crianças de 1 ano até 1 ano e 11 meses. A meta do ministério é imunizar 95% desse público em um ano, o que totaliza três milhões de crianças.
Com a vacinação contra a hepatite A, o Ministério da Saúde passa a oferecer, de graça, 14 vacinas de rotina no calendário. Ainda segundo o ministério, com a nova vacina, o Brasil passa a ofertar todas recomendadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS).
Hepatite A
A hepatite A é uma doença infecciosa aguda que atinge o fígado. De acordo com a OMS, a cada ano, ocorrem cerca de 1,4 milhão de casos no mundo. Nos países com precárias condições sanitárias e socioeconômicas, a hepatite A apresenta alta incidência.
Fonte: Com informações do G1

VEÍCULO CAPOTA e adolescentes morrem no Sul do Piauí

TECNIQUIMICA
Galaxy
Uma grave acidente ocorrido por volta das 17h desta terça-feira (16/09), deixou duas vítimas fatais no município de Acauã, distante cerca de 474 km ao Sul de Teresina.
De acordo com informações, as vítimas se tratam dos jovens Lenílson Rodrigues de Souza, de 18 anos, e Edson de Sousa Silva, de apenas 17 anos.
Os dois estavam em um veículo quando nas proximidades do Posto Fiscal de Pipocas, que fica localizado as margens da BR-407, o carro acabou por capotar, vitimando fatalmente a dupla.
A informação seria de que um dos corpos estivesse parado embaixo do veículo após o capotamento. O outro corpo continou preso dentro das ferragens, mas ambos tiveram morte imediata.
img2915nfhf-1.jpg
img2915nfhf-2.jpg
img2915nfhf-3.jpg
img2915nfhfhgutnyrh.jpg
img2915nfhfrf-1.jpg
img2915nfrddfhf-2.jpg

Fonte: Com Informações do Blog do Evangelista
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

telemensagem e cestas GISLENE em parnaiba-pi

telemensagem e cestas GISLENE em parnaiba-pi
telemensagens local a partir 10,00.reais e interurbanas15,00 reais contatos:[86]3323-2793ou9511-1230

postagens recentes

24 : horas no ar

PORNO PHB . clik na foto

PORNO PHB . clik na foto
oseu blog porno de parnaiba-pi . clik na foto